Sporting 5 - D.Chaves 1...Pena o golo sofrido!


Depois das vitórias dos nossos rivais era “urgente” o Sporting entrar bem neste jogo e tentar resolve-lo rapidamente e claro também fazer em termos exibicionais uma exibição de agrado para a massa associativa e adeptos!
O Sporting sem fazer uma grande exibição de encher o olho em termos de futebol apresentado durante os primeiros 45 minutos mas a demonstrar uma eficácia tremenda quase a rondar os 100%, a equipa cria quatro grandes ocasiões para marcar e concretiza por três ocasiões, o lance do primeiro golo não se pode considerar uma ocasião de golo mas sim uma excelente leitura de Bas Dost que se antecipa ao defensor flaviense, depois mais tarde e já com o resultado em 2-0 faz um chapéu ao guarda-redes e infelizmente a bola passa ao lado da baliza!
Daniel Podence e Gelson Martins a um nível muito elevado na partida foram construído vários lances de bom futebol pela direita mas claramente o destaque principal vai todo para Podence que parece se entender às mil maravilhas com o “gigante” holandês!
O lance do terceiro golo do Sporting que é obtido por Acuña é o que chamamos um hino ao futebol em termos de construção!
Acuña que na 1ªparte esteve mais desaparecido do jogo derivado à equipa em optar por jogar mais pela direita mas o que se viu foi uma dinâmica espetacular pela direita com os dois miúdos a desbaratarem toda a linha defensiva flaviense!
Fábio Coentrão hoje mais retraído mas mesmo assim a mostrar que mesmo que joga-se se muletas seria bem melhor opção que Jonathan Silva, esse que hoje felizmente ficou de fora e a ver o jogo na bancada!
Os flavienses que praticamente não incomodaram a defensiva do Sporting e muito porque o Sporting nunca deu espaço para que os visitantes pudessem sequer rematar à baliza de Rui Patrício e só por uma vez conseguiram entrar dentro da área e o que conseguiram foi conquistar um pontapé de canto!
Bruno Fernandes hoje mais apagado e atabalhoado com a bola nos pés, muito longe daquilo que nos habituou!
Dois erros claros do merdoso do apito:
- Clara grande penalidade contra o Sporting numa falta de Coates, ao afastar com os braços o jogador flaviense e com o resultado ainda em 2-0, não que o Chaves merece-se ter chegado ao intervalo com qualquer golo mas não restam dúvidas que fica uma grande penalidade por assinalar contra o Sporting;
- Sobre o lance dentro da área onde Gelson Martins é claramente travado em falta e onde se vê claramente o contacto do defensor flaviense na perna de Gelson, mostra cartão amarelo ao jogador do Sporting e ficou com tanta certeza daquilo que tinha feito que depois teve de recorrer ao vídeo-árbitro e mesmo assim mantem o erro, erro clamoroso que prejudica o Sporting e com o apoio do vídeo-árbitro, quem seria o “padre” que está no vídeo-árbitro!
Eficácia tremenda do Sporting e com Bas Dost a regressar aos golos e com Podence e revolucionar a dinâmica ofensiva da equipa!
O Chaves pareceu mais afoito na 2ªparte mas foi “sol de pouca dura” e o Sporting mesmo sem acelerar muito acaba por chegar ao 4-0 e novamente por Acuña e o Sporting a partir dai limitou-se a gerir e deixar passar o tempo!
Temos aqui de fazer uma referência especial a Piccini que muito temos criticado mas que tem vindo a crescer dentro da equipa, no lance do 4ºgolo tem uma intervenção preponderante ao recuperar a bola e dar seguimento à jogada e a endossar a bola para Bas Dost que assiste Acuña e depois no 5ºgolo faz um cruzamento com “régua e esquadro” para a cabeça de Bas Dost!
Não nos tem convencido mas tem vindo a crescer quer em termos defensivos quer em termos ofensivos mas muito melhor a defender!
Acuña acabar por bisar na partida mas muito apagado na partida e acaba o jogo a lateral esquerda como actua na selecção da Argentina mas mais tarde acaba por passar para a direita já nos descontos quando já se encontrava debilitado fisicamente!
Bruno Fernandes uma exibição muito cinzenta e apenas um grande remate já com o resultado em 5-0!
Sem se poder considerar uma exibição de gala por parte do Sporting mas com uma grande entrega de toda a equipa que jogou muito junta e com uma grande eficácia ofensiva que à muito não víamos e quando Bas Dost é condignamente servido o “gigante” holandês sabe como faturar!
Rui Patrício foi praticamente um espectador durante todo o jogo!
O Sporting soube muito bem resolver este problema chamado Desportivo de Chaves e Jorge Jesus a também entender muito bem o que devia fazer neste jogo e ganhou e muito com a colocação de Daniel Podence de início que com Gelson Martins na 1ªparte deram muita dinâmica ofensiva ao lado direito do ataque do Sporting!
Como seria de esperar o Sporting acaba por sofrer um golo já nos descontos com o jogador do Sporting a ultrapassar a defesa da nossa equipa que mostrou uma displicência inaceitável!

Um comentário:

Anônimo disse...

Por favor, nao brinquem com coisas serias. O Milao nao tem Sobrinhos e Ricciardes para pagar o que ele ganha.Para o Sporting era o euromilhoes que lhes saia, mas vao ter que o aguentar mais uns tempos.