Aconselhamos à leitura: Afinal quem é Luís Filipe Vieira?


A receita de Luís Falcatrua Vieira (LFV)
Geralmente a receita bem-sucedida, é posta em prática mais do que uma vez.
O mesmo se passa no futebol. Ora vejamos:
Luís Filipe Vieira, presidente do Benfica, nasceu num meio humilde, sendo que cedo percebeu que a sua progressão social e económica nunca passaria por práticas comuns e idóneas.
O futebol, como meio razoavelmente acessível e de fácil ascensão, foi o palco ideal para atingir o seu objectivo primordial: de forma legal ou ilegal, enriquecer.
Deste modo, preencheu o formulário de associado dos três maiores clubes portugueses, numa tentativa clara de se aproximar de algum deles.
Começou a sua carreira desportiva no Alverca, clube que deixou em falência, com uma dívida de dois milhões e quinhentos mil euros sem contar com os juros.
Durante este tempo, a amizade com Pinto da Costa, provavelmente o maior corrupto de sempre da história portuguesa, foi crescendo à medida que se ia desviando dinheiro e jogadores para o FC Porto e Benfica.
Calhou o Benfica, isto apesar de ser amigo de Pinto da Costa por razões óbvias. Nunca, até à altura, tinha participado em assembleias ou mesmo ido ao estádio, mas a transferência de Mantorras do Alverca para o Benfica, por dez milhões de euros, abriu-lhe portas.
Curiosamente, esse dinheiro seria para salvar o Alverca durante largos anos da catástrofe anunciada. Ainda mais curioso:
- Nada disso aconteceu, o Alverca desceu e cessou a sua secção de futebol em 2005.
Qual foi o destino do dinheiro?
Cada um fica com a sua interpretação.
Adiante.
Chegou ao Benfica pela mão de Vilarinho para o cargo de director de futebol, onde subiu até à presidência, tendo ficado com um número de sócio de uma pessoa já falecida, de forma a não levantar suspeitas - caso contrário, os benfiquistas pensariam ''Então mas este é sócio do FC Porto há mais tempo do que é do Benfica?''.
Continuou a sua caminhada suja e podre pelo futebol português, defendendo o seu amigalhaço Pinto da Costa e Valentim Loureiro na televisão aquando do Apito Dourado.
Pediu a quem denunciou o caso, que apresentasse provas.
Elas surgiram, à vista de todos, e por esse mesmo motivo, teve de corrigir a sua posição, afastando-se do presidente do FC Porto apenas para inglês ver.
Contrata Paulo Gonçalves, advogado que já tinha andado pela SAD do FC Porto e Boavista, e mais tarde José Veiga, conhecido desde os tempos do Alverca, que serviu de elo de ligação com o FC Porto.
A admiração de LFV pelo FC Porto, e nomeadamente pelo seu actual presidente, serviu de inspiração às suas atitudes e comportamentos durante toda a vida, sendo que as aldrabices não foram nem são apenas ocorridas no âmbito do futebol.
Relembremo-nos que o presidente do Benfica roubou um camião, tendo sido condenado a apenas 20 meses de prisão. De todos os arguidos, foi o único que não mostrou qualquer arrependimento.

A sua conduta vergonhosa e deplorável não ficou por aqui, tendo gerido, como presidente, algumas empresas, como é o caso da CIMOVENDA, que levou a um estado de insolvência, ficando o Estado encarregue do enorme prejuízo.
É aqui que LFV é brilhante.
Brilhante por deixar os cofres do Estado limpos e fazer sobrar, em último caso, a responsabilidade para os contribuintes. Um exemplo claro é a sua dívida de seiscentos milhões de euros ao BES que veio a público recentemente.
Apesar do seu historial ser completamente negro, há algumas linhas brancas que devem ser realçadas. Pela sua mão, José Carriço entrou no clube e chegou a director do Departamento de Apoio aos jogadores do Benfica.
Resta saber que tipo de apoio foi dado, é que este amigo de LFV foi apanhado com 9,5 kgs de cocaína num carro oficial do clube.
São estes alguns dos esquemas que a comunicação social simplesmente ignora por ter uma relação quase intocável com o clube de LFV.
Mas não é só a comunicação social: o amigo Pinto da Costa deixou-lhe o controlo do ''famoso'' sistema.
É por isto que uma cotovelada do Slimani é o fim do mundo e as agressões de Fejsa a Adrien; de Samaris a Bryan Ruiz e de Jardel a Slimani (ver aqui:http://bit.ly/1PKfKUB) são apenas folclore.
Tal como o facto de os seus adeptos, depois de terem assassinado um adepto do Sporting no Jamor, orgulharem-se disso e continuarem a atirar material pirotécnico para cima de outros adeptos sem qualquer punição por parte das entidades competentes.
A receita de ''sucesso'' de LFV também foi aplicada ao Benfica, e está à vista de todos.
Só que uns colocam palas e lambem botas, e outros têm olhos na cara.
E mais logo joga o líder do campeonato pelas 20.45h

Um comentário:

Anônimo disse...

La esta, os rivais tem como presidentes um corruptor mor e um vigarista mor e nos e que temos o bafo de onca??! Temos e um presidente um treinador e onze irmaos unidos contra tudo e todos que pertencem a esta escumalha.