Comunicação social portuguesa = Montanha parideira de ratos, José Eduardo porque não te calas?






















Entretanto o nosso presidente desmentiu todas as noticias que davam como certa a saída de Marco Silva do Sporting!
Ou será que Bruno de Carvalho teve receio de despedir o treinador após ver a reacção de um grande numero de sportinguistas que estavam contra o despedimento do treinador?
Vamos ver o que acontece daqui para a frente...
Depois mais um merdoso que se diz sportinguista volta a abrir a boca para dizer que Marco Silva não quer estar no Sporting...se é verdade ou não não seria melhor estar calado para não dar mais armas aos nossos inimigos?

12 comentários:

Anônimo disse...

Chegou o fim da alegria da bicharada que se costuma juntar no cortiço do revisor.

SCP444 disse...

Nunca acreditei que a situação fosse a novela que a comunicação estava a pintar mas o Bruno disse coisas com as quais não concordo. Fala como se (a possibilidade de) despedir um treinador a meio duma época em que ainda estamos em 4 competições e com 4 anos de contrato fosse uma banalidade do dia-a-dia com a qual nós Sportinguistas não nos devemos preocupar. Esta direção depositou a sua confiança no Marco para estar à frente da equipa e portanto se a aposta correr mal a incompetência também é deles e terão que responder por ela perante os sócios. Não sou a favor do "deita a baixo" mas também não gosto de votos de confiança vitalícios. Se o senhor presidente não gosta que o Sporting passe uma imagem de instabilidade ele que pare de vir espingardar por tudo e por nada e faça o que lhe compete que é fazer do nosso clube um foco de competitividade e seriedade.

makebafonica disse...

Lamentável é ver adeptos que vão em cantigas de jornalistas manhosos, vendidos e contrários ao Sporting. Tenham vergonha de se apelidarem de sportinguistas.

Anônimo disse...

Pois, já sabíamos que a culpa é dos jornalistas e da comunicação social. E então este José Eduardo das panelas e dos tachos na cozinha de Alvalade tem a ver com o quê? Os sportinguistas que abram os olhos, pois as justificações esfarrapadas de BdC não convencem ninguém: ele queria mesmo despachar o Marco Silva ( e ainda quer)só que as reacções dos sócios e adeptos obrigaram-no a repensar. BdC está a ir pelo caminho que o levará a coveiro do SCP e de si próprio. Veremos as cenas dos próximos capítulos...

Anônimo disse...

mas tu é que criticas e es um deles que fazer barulho e agora vens com essa noticia que é tudo mentira marco na rua e afinal fica ?

tu es mesmo um palhaço nao sabes o que queres

vai trabalhar pah

Zeto disse...

Zé Eduardo sabe do que fala. Vocês vão ver, depois falamos.

Anônimo disse...

Construção do estádio
Benfica "ajudado" em 65 milhões, conclui PJ
Polícia Judiciária acaba de concluir a investigação ao contrato-programa assinado em 2002 pela Câmara de Lisboa, EPUL, Benfica e Sociedade Benfica Estádio SA, concluindo que as formas de apoio acordadas e atribuídas ao clube da Luz para a construção do estádio "consubstanciam verdadeiras comparticipações financeiras, concedidas por instâncias municipais".
A Polícia Judiciária acaba de concluir a investigação ao contrato-programa assinado em 2002 pela Câmara de Lisboa, EPUL, Benfica e Sociedade Benfica Estádio SA, concluindo que as formas de apoio acordadas e atribuídas ao clube da Luz para a construção do estádio "consubstanciam verdadeiras comparticipações financeiras, concedidas por instâncias municipais".

Segundo noticia hoje o "Jornal de Notícias", que cita um relatório da Inspecção-Geral de Finanças que suportou o trabalho da Judiciária, o “contrato contrariou os normativos legais vigentes", por não terem sido quantificados devidamente os encargos das entidades públicas envolvidas em desrespeito pelos princípios da boa gestão dos dinheiros públicos.
O mesmo jornal revela que no contrato-programa firmado antes do Euro 2004, a Câmara e a Assembleia Municipal de Lisboa “instrumentalizaram a EPUL”, que assumiu encargos directos de 18 milhões de euros na prossecução de fins estranhos ao seu objecto social. Montante a que se somam mais 47 milhões, já que o documento assinado permitiu ao Benfica vender um terreno à EPUL e receber outro do município da capital.

Pedro Santana Lopes, que ocupava a presidência da Câmara, não é arguido neste processo, ao contrário do seu “vice” Carmona Rodrigues que é um dos cinco arguidos constituídos durante a investigação. Carmona disse aos investigadores que o processo era tratado directamente por Santana, que inquirido como testemunha reconheceu que as negociações com o clube da Luz para a elaboração do contrato-programa foram conduzidas por si e pelo vice-presidente
http://www.jornaldenegocios.pt/home.php?template=SHOWNEWS_V2&id=407135

Anônimo disse...

O Zé Eduardo só veio dizer o que muita gente já desconfiava, quem lê a tasca do cherba sabe do que falo... E o Zé Eduardo pelos vistos também sabe por fontes seguras. O Marco Silva está a prazo no Sporting, suponho que só não tenha sido despedido para ser encontrado um substituto. A ser verdade o que circula é despedido e bem despedido! Força Bruno!

Anônimo disse...

O Zé Eduardo tem fontes mais fidedignas que as tuas seu burro. Daqui a pouco tempo vai-se descobrir muita coisa e quero ver se tens coragem para pedires desculpa ao Zé Eduardo por este post de merda...

Anônimo disse...

O Zé Eduardo tem é um cacete na boca para se entreter e estar calado, e tu anónimo das 17:31 tens um cacete no cu para te consolares agora na passagem de ano com foguetes ás estrelinhas para gozares a olhar pra elas seu cabrão do caralho.
Vai-te foder FDP mais os porcos que andam metidos com o Zé Eduardo a levarem no bujão lá prás bandas do Parque ou no Martin Moniz.
Dasss cambada de paneleiros.

Anônimo disse...

05:51 vais engolir essas palavras todas seu merdas e não vai faltar muito...

Gonçalo disse...

O Marco Silva vai para a rua, o Zé Eduardo falou e bem, voces irão ver daqui a umas semanas, e ainda falta outras razões que ele não disse!