Enquanto as claques do Sporting não deixarem de ser um antro de bandidagem...


Enquanto as claques forem "abrigo" de bandidagem, drogaria e arruaceiros estes acontecimentos não deixam de acontecer!
Muitos desses energumenos nem sportinguistas são, fazem vida nas claques onde fazem as suas negociatas "abrigados" dentro de uma organização que camufla a bandidagem que existe dentro das claques do Sporting, há muito que os presidentes do Sporting deviam de ter deixado de ser benevolentes com este bando de bandidos, até têm direito a "casinhas" e sedes cedidas pelo clube e depois têm este tipo de comportamentos de constante desrespeito pelo clube e pelos restantes adeptos e associados do clube e até se chegam a rotular de "mais sportinguistas" que a restante família leonina!
As claques continuam a ser mais um negócio que um "movimento" de apoio ao clube!

3 comentários:

Anônimo disse...

Essa corja tem de ser extinta! São o nojo do futebol, insultam todos, sem o mínimo respeito pelo adversário e pelo seu próprio clube.

AG-qs nos cinquenta disse...

Eu já sou crescidinho, passei à muito muito tempo de idade de claque, mas acho que elas são essenciais nos estádios.

Sem elas seria um silêncio sepulcral.

Mas tb acho que têm de ter regras e ser penalizadas pelas situações que dão azo a penalizações ao clube. Daí achar que só claques legalizadas deviam estar nos estádios e estas serem responsabilizadas por situações dessas com os seus membros.

Anônimo disse...

São iguais em todos os clubes. Antro de criminosos, mas convém não generalizar, a maioria deles são apenas miúdos que querem apoiar o seu clube. Pena é que as autoridades não ajam como deve ser.