A voz do adepto leonino - "A esperança é verde"


“Caros sportinguistas iniciamos mais uma época mas esta começa sobre o signo de uma mudança profunda em toda a estrutura do clube, em que algumas diferenças já se notam, embora timidamente já começa a existir algum respeito pelo clube por parte da comunicação social.
Durante muitos anos fomos maltratados e podemos culpar sempre os outros mas só é respeitado quem se faz respeitar.
É bom que esta atitude seja também repetida para as estruturas do futebol, com especial relevo para a arbitragem.
Também penso que os empresários vão ter de perceber que vão ter de negociar compras, vendas e ordenados de jogadores e não impor simplesmente a sua vontade, como a banca aliás percebeu muito bem.
Nada disto resulta do deslumbramento do sportinguista que escreve este post mas sim da grandeza do clube, que é maior que qualquer que qualquer jogador, presidente, treinador ou dirigente, etc...
Embora muitos se esqueçam esta força resulta de 107 anos grandiosos de história desportiva e social, que ultrapassam muito as fronteiras nacionais.
Outra grande força é toda uma massa adepta que mesmo perante os insucessos dos últimos anos no futebol ainda consegue ser a segunda marca desportiva no panorama nacional.
Por fim, mas não menos importante o facto de sermos reconhecidamente uma das melhores escolas de formação de futebol do mundo.
Não só porque descobrimos o potencial dos jogadores numa fase prematura, como também o desenvolvemos e damos possibilidade de os jogadores o mostrarem, ao mundo como poucos o fazem.
Isto é algo que temos de fazer eco junto da federação e liga, porque meus amigos quer gostem quer não sem o Sporting forte na formação não temos uma seleção forte.
Por isso alem de merecermos respeito deve-mos exigi-lo.
Não podemos ser continuamente prejudicados por uns quaisquer passarinhos pretos, nem que para isso tenhamos de arranjar umas consultas de estomatologia num qualquer centro comercial, o que não deve ser desejável, a não ser que a tal sejamos obrigados.
Falando agora mais de futebol, nota-se agora que as coisas são feitas de acordo com um plano pré estabelecido e não por mero capricho.
Penso que podemos ter esperança, pois como disse José Couceiro não podemos prometer o título mas em futebol tudo é possível.
No que aos reforços diz respeito, é ainda muito cedo para fazer uma avaliação realista, mas parece-me que não estamos tão longe dos nossos rivais como nos querem fazer crer.
Em relação ao FCP, falta-nos sem dúvida a cultura de vitória destes, o que já não acontece em relação ao Benfica que apenas nos ultrapassa na capacidade de investimento mas parte muito mais pressionado que nós ou o FCP.
Por tudo isto devemos ter fé e evitar episódios como a apresentação do Cissé.
Mas nada de grave.
Saudações leoninas,
Ricardo Dias”

Um comentário:

Anônimo disse...

Bem vindo brother, à quanto tempo!!!
Bom post.
Andrewsarchus.