Luis Figo pode ser o candidato da "continuidade"?



11 comentários:

Anônimo disse...

Post muito pertinente.

Importa divulgar ao máximo esta informação, sob pena de assistirmos a mais uma grande golpada que pode significar o fim do nosso clube.

Anônimo disse...

Isto é falso. Luis Figo não aceita ser presidente.

Anônimo disse...

É incrível a cegueira! Mas qual continuidade... Sou sócios do sporting há muitos anos e o que quero é um sporting vencedor, se tiver que ver a SAD nas mãos de alguém para termos um clube competitivo no futebol, que é o que nos falta, estou disposto a pagar esse preço... É com a SAD que estão preocupados, quando o clube está a se desfazer por falta de resultados no futebol? Têm que estar preocupados é com candidatos sem qualquer condições para gerir barcos deste tamanho... Se o BC ganhar as eleições é a ruína completa do clube. Será a debandada total do plantel por falta de pagamento, desafio o candidato BC a dizer onde vai buscar os 25M€ que são necessários até ao final do ano... porque se ganhar as eleições, da banca não vai ver nem um tostão, não tem credibilidade para lhe emprestarem o que quer que seja.

Anônimo disse...

Já se sabe que neste blog qualquer candidato que não BdC será da continuidade. Para quê continuar a escrever posts para falar do mesmo...

Já agora porque razão BdC não é da continuidade dao que convida outros rostos das outras listas?...

Anônimo disse...

és um bardamerda, sim senhor.

O unico salvador da patria Sportinguista
é o Vale e Azevedo, do Sporting.

corta, corta, que é para não ser lido

Anônimo disse...

O caso português, em especial a situação preocupante do Sporting Clube de Portugal

Apesar da sustentabilidade da generalidade dos clubes portugueses ser frágil, a situação do Sporting Clube de Portugal merece uma análise mais atenta, especialmente tendo em conta a deterioração das suas perspectivas financeiras e desportivas durante a gestão do Eng.º Luiz Godinho Lopes.

Se atentarmos na evolução financeira do Sporting Clube de Portugal, vemos que o valor acumulado dos prejuízos da SAD ascende já a EUR. 222 Milhões[4], tendo tal prejuízo ascendido a mais de 100 milhões nas últimas três épocas.[5]

Numas eleições muito disputadas e até hoje envoltas em polémica, o Eng.º Godinho Lopes prometeu “um cheque e uma vassoura” a Luís Duque e Carlos Freitas, os homens onde assentava todo o seu “projecto desportivo”. Luís Duque e Carlos Freitas não sobreviveram aos resultados desportivos e aos vários falhanços estratégicos na aquisição e venda de jogadores, tendo Godinho Lopes chamado a si o futebol até à contratação de Jesualdo Ferreira.

No reinado de Godinho Lopes, foram contratados cerca de 30 jogadores para o clube de Alvalade, 5 treinadores passaram pelo banco e o departamento de futebol e a direcção da Academia sofreram várias alterações, sem que se tenham verificado resultados desportivos, lançamento de novos valores seguros ou mais-valias relevantes da venda de activos.

Para além da política desportiva errática e verdadeiramente catastrófica, que deixa hoje o Sporting em piores condições de sustentabilidade desportiva do que estava no final do legado de José Eduardo Bettencourt, Godinho Lopes fez disparar o endividamento do clube e elevou os custos com a massa salarial para um total de 104% do volume de negócios do clube na última época. Se tivermos em atenção as regras referidas supra, vemos que o Sporting Clube de Portugal estará na mira da UEFA e terá necessariamente de inverter o ciclo, sem que consiga, previsivelmente, obter mais-valias significativas do investimento astronómico realizado, fruto de reiteradas más decisões de investimento.

Numa época em que começam a gizar-se várias candidaturas à presidência do Sporting Clube de Portugal, é interessante registar que a generalidade dos opinion-makers vem alertando para os perigos de o Sporting eleger um aventureiro, alguém sem um passado forte de ligação às castas que vivem à volta deste clube centenário. Mas, olhando para o passado recente, vemos que os verdadeiros aventureiros, pródigos na dissipação de activos e em implantação de estratégias de insustentabilidade e de gestão de “pontapé para a frente”, têm vivido dentro do Sporting e controlado o clube, directa ou indirectamente.
Os desafios que se avizinham para o Sporting Clube de Portugal exigem transparência, competência e a capacidade de enfrentar interesses instalados na gestão do clube, sem medo de ferir susceptibilidades de quem se sente dono do clube. Assim, só me resta concluir que os sócios deste grande clube deverão eleger alguém que não esteja umbilicalmente ligado à destruição progressiva do Sporting Clube de Portugal, ainda que camuflados por uma figura mediática (como Luís Figo) ou conciliadora (como José Couceiro).

Os dados falam por si: os aventureiros já tomaram conta do clube e continuam a querer dividir os despojos.

SÓ MAIS UMA COISINHA... SPORTING SEMPRE CARALHO!

Lagarto disse...

Nem me chega a interessar se é da banca ou não... Esse é mais um javardo que da forma como saíu a juntar à forma como nunca se interessou do Sporting, este é mais um que lembra-se do Sporting quando o Sporting tem como lhe servir. Para servir o Sporting tá quieto... se quisesse fazer alguma coisa pelo clube precisava de haver negociações de salário, quer ganhar vencimento até aceito mas de forma directa e transparente.

Este como Futre, Simão, Moutinho por mim em Alvalade nem que seja para marcar as linhas do relvado, nunca mais.

Deixo aqui este link e digam-me se é imagem que possa estar no passado de qualquer Sportinguista.

http://www.slbenfica.pt/Portals/3/noticias/Epoca2012_13/Clube/PresidenteSLB_2012_13/SLB_Clube_LFV_LuisFigo_GestoContraFome_9Julho2012H.JPG?w=350

À mulher de César não basta ser séria (neste caso até acho que é uma bela rameira), tem também de o parecer.

SL

Anônimo disse...

Tu sonhas com a continuidade dasse...

Anônimo disse...

já tás à rasca!...


Anônimo disse...

O que eu estou a ver é um gajo no banco de suplentes do Inter a festejar eufórico e de pé um golo na baliza do Sporting...Coisa que o lampião Rui Costa por exemplo nunca fez quando jogou contra o clube dele...É este presidente que vocês querem???

Fernando Coimbra disse...

As ligações à banca não significam continuidade, aliás até BdC terá de as ter.

O que interessa é a competência e projecto. Este tipo de "xenofobia futebolistica" já enoja. Até ver os respectivos projectos e programas ninguém é da continuidade nem o deixa de ser.