A voz do adepto leonino - "As eleições no Sporting"


“Caros sportinguistas, começou oficialmente a campanha eleitoral no Sporting e não começa nada bem.
Não por qualquer infelicidade dos atuais candidatos, mas sim pelas declarações do atual presidente.
Os candidatos devem segundo este senhor trazer dinheiro para o Sporting para fazer face às necessidades do clube até ao final da época.
Errado senhor presidente, o que os candidatos têm de fazer é conseguir os meios necessários para responder às necessidades dos seus projetos, aquilo que o senhor não foi capaz de fazer.
A sua obrigação era pelo menos assegurar as despesas correntes até ao final da época, o que parece que também não vai fazer.
Motivo pelo que qualquer dos candidatos tem motivos para o processar civil e criminalmente. Para aqueles qual virgens ofendidas consideram tal ato uma caça às bruxas lembro só o que aconteceu com Vale e Azevedo no Benfica, embora as razões não fossem as mesmas pelo menos à luz daquilo que se sabe.
Mas como o seu tempo no Sporting acabou não vale a pena perder mais tempo com coisas supérfluas.
Maioria dos sportinguistas, creio que também agradeciam que até ao dia das eleições se remetesse a um aconselhável silêncio.
No que diz respeito aos atuais candidatos à presidência do Sporting, é de salientar e saudar a coragem de dar a cara pelo clube na atual situação.
O que nenhum dos ditos notáveis do clube teve a coragem de fazer. Dos senhores o Sporting deve esperar uma campanha baseada na verdade, sem ofensas pessoais, criticar os pontos fracos dos outros projetos e defender os seus projetos com verdade e terem a humildade de ouvirem as críticas aos seus projetos e quando e se os tiverem de por em prática corrigir nos aspetos mais frágeis, e no dia a seguir às eleições, serem mais um sportinguista a torcer pelo clube sem no entanto se transformarem em seres acríticos se a situação assim o exigir.
O papel dos adeptos também vai ser importante em todo este processo. Temos de ser capazes de ouvir todos os candidatos com igual respeito, e obviamente decidir em consciência. Não atacar nenhum dos candidatos por questões pessoais, criticar se for caso disso os projetos pelo projeto e não por ser do candidato ser X ou Y No dia a seguir às eleições o eleito ser o presidente de todos os sportinguistas a que desejamos os maiores sucessos, sem igualmente nos tornarmos seres acríticos como queriam que fossemos nos últimos anos porque eram donos de todo o saber e não havia mais conhecimento para além deles.
Penso que esta é a maneira mais nobre de prestarmos um bom serviço ao clube que todos os sportinguistas adoram.
VIVA O SPORTING!
Ricardo Dias”

11 comentários:

Anônimo disse...

Bom dia a todos, aqui fica para reflexao:

http://www.record.xl.pt/Futebol/Nacional/1a_liga/Sporting/interior_premium.aspx?content_id=806525


porque quando falamos em experiencia e maturidade falamos em Boulahrouz, Joaozinho etc..
enquanto houver esperança...ai ai
ao que isto chegou, vamos la ver o que vai acontecer no fim de semana...

Anônimo disse...

Resumindo e concluindo: "Venha o diabo e escolha". Nenhum dos candidatos tem o necessário para a sustentabilidade do Sporting Clube de Portugal, ou seja, 400 Milhões de Euros! E com tanta politiquice, vamos continuar dependentes dos senhores da banca e a ver a banda a passar! O SCP está moribundo e prestes a acabar, e todos aqueles que desdenharam do seu fim, acabarão por o lamentar... É triste mas é verdade. Não me revejo em nenhum dos candidatos e acima de tudo, nas suas faltas de visão! O SCP e o futebol são uma paixão, nunca uma empresa ou um passatempo de meninos mimados... Sempre fomos o clube dos "betinhos" e dos meninos bem comportados, e vejam onde estamos....

Anônimo disse...

Antes o clube acabar do que ficar refém dos bardamerdas dos Ricciardis, croquetes, notáveis e C&a Lda.
Farto de merda a mandar no SCP estou eu! puta que os pariu, se ganhar a continuidade (Couceiro), que o clube acabe de vez!Nojo!!!

Anônimo disse...

Sim, é verdade que nenhum dos candidatos convence. E todos eles com muitas reservas sobre o futuro financeiro.

As 2 campanhas principais, Couceiro e BdC lá se vão degladiando com acusações parvas. Enquanto isso ninguém percebe muito bem as ideias de como resolver a situação.

Claro que os chefes da propaganda, tipo "Maradona" deste chat, vêm sempre com a mesma demagogia e clichés bacocos. Quem não é por BdC é lambuça bla bla bla bla. E os opositores tipo Revisor chamam de mafioso a BdC e bla bla bla bla. Ambos imbecis fundamentalistas.

Anônimo disse...

Este texto, neste blog - com todo o respeito pelo Ricardo Dias - é um autêntico contra-senso.

Mais contra-natura não podia ser...

Anônimo disse...

Eleições nas quais um candidato se recusa a dizer quem são os investidores embora diga que os tem. A palhaçada do costume.

Um enorme estalo na face dos brunettes.

Anônimo disse...

Ó anormal, continuo à espera que faças um post sobre a sondagem que a Sic Noticias fez ontem, sobre quem ganharia as eleições leoninas, no programa "O Dia Seguinte".

Ou tu só colocas as sondagens que te interessa, ó lacaio de Bruneco?

Anônimo disse...

O careca que responda: onde estão as comissões dos jogadores que o Inácio levou para a Roménia?? Será que estão nos bolsos dele???

Bentas forever disse...

Até o Manuel Serrao já percebeu.

O Couceiro anda à procura de emprego !
Agora chama-se Peyroteu, nunca se apresentou como Peyroteu, sempre se apresentou como Couceiro, mas dá jeito o nome de violino.

Com estas tiradas o Serrao mostrou ( e bem ), que o Couceiro só avançou com o apoio da banca.

Anônimo disse...

como é que alguem prefere o fim do clube se ganhar o candidato A B ou C?

è esta a gente do clube? mudem de clube

ricleo64 disse...

anónimo das 2.21, devo dizer em favor do gestor do blog que sempre me deixou expressar a minha opinião e se calhar nem sempre concordante mas democracia é isto. Já agora e contra possivelmente a opinião generalizada, não gostei da atitude do candidato Carlos SEVERINO em relação ao Jesualdo, não é postura de presidente, no Sporting não pode haver vacas sagradas, tem de existir uma cultura de exigencia, é assim que se fazem os campeões.