A voz do adepto leonino - "Vassourada no Sporting"


“Não sou sócio do Sporting CP mas sou um doente adepto do nosso clube, por isso apoio a iniciativa de Dar novo Rumo ao Sporting.
Chegou a horas de fazer uma vassourada no quadro de dirigentes, entregando aos verdadeiros sportinguistas o nosso clube.
Chega de Godinho Lopes, Carlos Barbosa, Abrantes Mendes, Pedro Baltasar, José Eduardo… e principalmente o homem que representa a banca no nosso Clube, Nobre Guedes…
Estou farto de ver estes tipos e mais alguns, a usarem o nome do meu clube para promoção social, para poderem aparecer, para ter direito a tempo de antena, estes senhores só são conhecidos por dizerem mal do meu Clube.
Está mais que provado que com estes senhores o nosso clube não mudará, tende a piorar.
Mas é preciso ter olhos muito bem abertos, pois a linha da continuidade, ou seja, dos poderes instalados no clube, não irão brincar em caso de eleições, podem preparar arranjos como os que aconteceu nas anteriores eleições, ganhando as mesmas na secretaria, o que aconteceu com Godinho Lopes.
Tem que existir coragem para a acabar com a brigada do reumático, feira das vaidades a que apelidamos de Conselho Leonino.
Tornar o clube fechado, onde só o presidente e o Director Desportivo saibam das movimentações do clube, equipa profissional de futebol.
Ser mas selectivo na contratação de jogadores, sendo um clube disciplinador para quem pisar o risco, punindo declarações como as que tem feito Elias no Brasil, pois os jogadores têm que sentir orgulho em vestir as cores do grandioso clube.
Um jogador que custou mais de 8 milhões de euros, sendo o jogador mais bem pago no plantel, que inclusive, um dos capitães de equipa, não pode dizer que se sente infeliz no clube, triste estamos nós adeptos que não vemos humildade e empenho nos jogadores mas isso também está relacionado com a falta de liderança, com falta de disciplina.
Como é possível ter-se contratado um treinador há pouco tempo, treinador esse que sabe que está a prazo, inclusive já se contratou um substituto, ao qual apelidaram de Manager.
Quero ver bom futebol, não pontapé para frente, bom futebol, algo que não acontece.
Existe falta de rotinas, fio de jogo, a defesa não se sabe posicionar em campo, não existe compensações defensivas, mas o pior, em vez de se treinar dá-se folgas...
Deve existir uma auditoria externa com a finalidade de apurar onde foram gastos o dinheiro da venda de património, de quem o adquiriu.
Pois deve ser penalizado judicialmente quem tem gerido mal, assim como quem construiu este enorme passivo, por medo de se descobrir muita coisa, a linha da continuidade não quer deixar o poder no nosso Clube.
Vamos lutar por um Sporting melhor, a linha Roquetista deve terminar pois os resultados desportivos e financeiros são uma catástrofe. 
Ricardo Lopes”

12 comentários:

Anônimo disse...

"“Não sou sócio do Sporting CP mas sou um doente adepto do nosso clube, por isso apoio a iniciativa de Dar novo Rumo ao Sporting."


Ora bem, então se não é sócio como apoia a iniciativa? Dá apoio moral? Deu dinheiro?

E já agora, Abrantes Mendes, que mal fez ele ao Sporting? Sabe o senhor que é das poucas pessoas no futebol com reputação intacta? O único que tinha projecto desportivo nas últimas eleições?

Muito fraco post.

Anônimo disse...

Se és doente, cura-te.

Anônimo disse...

Junta-te ao Sportinguista.

Esse também não é sócio e é doente... mental!

Ficam bem um para o outro.

Sportinguista disse...

Anonimo das 18.54 e tu o que contribues para o clube?
É esse o teu argumento para o que esta escrito no post?
É tudo mentira?
Podias ter ido zurrar para outro lado!

Anônimo disse...

Cá está a besta a "geniar".

Abrantes Mendes não dez nenhum mal ao Sporting?

Se nem sequer és sócio, como sabes disso. És um tarado mental.

Anônimo disse...

Isto parece o La Palisse a olhar para os canhões. Um conjunto de factos já tantas vezes repetidos e mesclados num post. Português cheio de erros, frases feitas... enfim.

É pena que os próprios adeptos não façam uma análise mais critica e elaborada. Não é a questão da vassourada ou do mau futebol. É debater projectos e caminhos. Olhar para os 2 ou 3 modelos que estão em cima da mesa de vários candidatos e discutir qual é o melhor.

Para o bla bla do costume... mais vale estarmos calados.

Anônimo disse...

Abrantes Mendes que eu saiba pertenceu a anteriores direcções, tem aparecido muito na imprensa nos últimos tempos.
http://www.record.xl.pt/jornal_oficial/exclusivos/interior.aspx?content_id=687916
Para que serve o Conselho Leonino?
Acham normal termos só 4 vitorias esta época, termos sido eliminados da Liga Europa, mais grave termos sofridos 3 golos do Videoton, do Basileia...
É normal os jogadores dizerem o que vem lhes apetece na comunicação social?
Chegamos ao Natal e o campeonato já foi, a taça de Portugal também, a Liga Europa também já fomos afastados, temos só 4 vitorias, mas o importante é a ofender quem critica o estado em que se encontra o meu Clube...

Ricardo Lopes

Anônimo disse...

"Deve existir uma auditoria externa com a finalidade de apurar onde foram gastos o dinheiro da venda de património, de quem o adquiriu."

Alguém me explique esta frase por favor. Apurar onde foi gasto o dinheiro e....? Tanta marretada no Português.

Mas parte da questão é fácil, o dinheiro foi para pagar dividas e salários.

Anônimo disse...

Os inocentes
Paulo Pereira Cristóvão, actualmente ex-vice presidente do Sporting, foi acusado de sete crimes pelo Ministério Público. De entre os crimes, estão o branqueamento de capitais e a burla qualificada. Decorrente desta investigação, há a convicção, por parte do Ministério Público, de que, enquanto esse cidadão desempenhava funções directivas no Sporting, teria espionado futebolistas, árbitros e dirigentes, fomentando ainda uma tentativa de espionagem do complexo desportivo do Benfica, no Seixal. Tudo isto complementado com uma canhestra atitude de patrocinar o depósito de dinheiro na conta de um fiscal de linha nomeado para um jogo do Sporting.



Com base na presunção da inocência, todos nós somos inocentes até prova em contrário e, como tal, todos olhamos inocentemente para este cândido cenário. Assim, inocentemente, acreditamos que este rol de acusações é uma cabala ou um mal-entendido para com o cidadão que veio ao Estádio da Luz chamar pré-históricos aos dirigentes do Benfica. Possivelmente, por estes se recusarem a usar os métodos de dirigismo pós-moderno do referido cidadão. Do mesmo modo, acreditamos todos que estes métodos alegadamente “pereirianos” nada tinham que ver com a viciação das competições em que o clube de que era vice-presidente estava envolvido. Obviamente, como todos somos inocentes, isto de andar a espiar árbitros, adversários e a depositar dinheiro em contas de membros de equipas de arbitragem é, certamente, um acto individual, para servir interesses que não nos dizem respeito, e só por má-fé se pode concluir que, a ser alguma coisa, fosse mais do que isso.



É dentro deste clima de inocência total que se percebe o alheamento da justiça desportiva relativamente a isto tudo e, como inocentes que somos, nem sequer comentamos a decisão do Sporting não se constituir como assistente em todo o processo… Qualquer inocente conclui que o tal clube “diferente” nada tem que ver com isto

Anônimo disse...

aí está o menino pago pelo godinho para minar a internet. É o anonimo das 16:17 ! Este grandessissimo deficiente mental em vez de tentar perceber o que está por detrás do que alguns sportinguistas dizem, nao, gosta de se armar e vir aqui criticar o português dos outros. Que atrasado.é mesmo triste !! Olha, talvez um dia eles consigam atingir o teu nivel de perfeição com o português... enquanto isso não aocntece vê lá se começas a usar esse monte de merda que tens na cabeça, a que alguns atrevidos chamam de cérebro.

Nuno disse...

Que blog tão fraquinho feito por "adeptos" do SCP!
Não são sócios, não votam, e provavelmente vão aos jogo para assobiarem tudo e todos...
Voçes não são do Sporting! Acreditem que não são...

lidiasantos almeida sousa disse...

Para dar um toque feminino, vou dar a minha opinião de gestora: Se uma empresa contrata um funcionário, que todos os meses leva o seu salário, mas chegada a hora de trabalhar diz que está doente, que tem dói-dói anos a fio. Esta omissão ao trabalho tem de ser avaliada constantemente pela equipa médica física e psicológica que assim avaliza a situação do trabalhador e este tem de recorrer à baixa médica, aliviando a tesouraria da Empresa. No caso deste funcionário MARAT porque não sei dizer o resto, a minha opinião é que ele deveria estar a ser instigado pelo Jogador que está no Porto, a quem chamaram de maçã podre, a não jogar até saturar a entidade patronal, Assim temos um pêro podre a fazer companhia à maçã podre que aproveita para engraxar o seu actual patrão e vingar-se do anterior. Isto mesmo sucedeu na empresa de Marketing onde trabalho com um funcionário que se queria passar para um concorrente poderoso alegando ter uma doença de dores crónicas que não é detectável. Talvez o tal Cristóvão andasse a averiguar esta situação, pois nós tivemos de fazer o mesmo, para não lhe pagarmos a indemnização e pôr-lhe um processo pelos danos causados à nossa empresa por ele travar os trabalhos e perdermos clientes. Não sei porque cheguei a este blogue mas desejo felicidades porque os que não querem trabalhar prejudicam os que trabalham.