A voz do adepto leonino - "Que venha o Dom Sebastião"


 “Quando se soube que Godinho Lopes seria o novo presidente do Sporting eu escrevi isto:
«Quanto ao Godinho Lopes, conseguiu a proeza de ser odiado mal tomou a posse. Conseguiu também a proeza de cimentar ainda mais a posição do Bruno de Carvalho junto aos sócios, criou condições para que este ganhe uma próxima eleição de forma, diria até, folgada. Independentemente do tempo que durar o mandato deste presidente, ele vai ser malhado. Muito. Vai se viver uma guerra civil em Alvalade. E talvez da mesma forma que Godinho Lopes tomou posse, camuflado, numa sala e à pressa, irá sair daí da mesma forma. Camuflado e à pressa.»
«O campeonato do Sporting será o do Milan, e o do Barcelona»
Pelos visto não me enganei. Godinho Lopes mais do que ninguém sabia a forma como tinha ganho aquelas eleições. E sabia que estaria sempre refém daquele acontecimento. Ao mínimo deslize caíam-lhe em cima. Os adeptos do Sporting não lhe iriam perdoar. Só havia uma forma disso acontecer, era o Sporting ser campeão. E tudo estava apontado para isso. Jogadores novos. Um treinador que era unanime entre os Sportinguistas. E um dirigente que dizia coisas como: “o campeonato do Sporting será o do Milan, e o do Barcelona.” Pronto. E os adeptos não se puseram com meias medidas e logo no jogo de apresentação entoaram cânticos como: “o campeão voltou.” Mas nesse jogo o Sporting acabou por sair derrotado diante do Valência. E logo a euforia desmedida transformou-se em desilusão. E a coisa mal estava a começar.
Correndo a fita a frente. Depois de demitir Domingos Paciência, Godinho viria a lidar com um conjunto de situações para o qual não estava preparado. Via-se claramente que não estava. Numa tentativa de ganhar tempo, chamou Sá Pinto para pegar na equipa. Um antigo jogador da casa, conhecido pela sua determinação e raça. Tinha tudo para correr bem. Mas correu mal. Sá Pinto acabou por sair de alvalade pela mesma porta de onde havia saído uns anos antes, pela porta pequena. Com isto, Godinho viu abandonar o seu barco dois dos seus aliados (?), Carlos Freitas e Luís Duque. Antes já tinham saído Carlos Barbosa e Paulo Pereira Cristóvão. Basicamente, daqueles que tinham iniciado o projeto só sobrava o Godinho Lopes. Mas este teimava em não abandonar o barco.
Godinho fez de surdo, cego e mudo. Seguiu em frente como se não fosse nada com ele. Contratou Franky Vercauteren, que meses depois acabou por sair e para seu lugar entrou aquele que foi contratado para assumir o lugar de manager, Jesualdo Ferreira. Enfim, uma confusão. E no meio disto tudo Godinho já ia no seu quinto treinador e o quarto numa época só. Cada vez mais ia dando indícios de ser um mau gestor. E um péssimo presidente.
«Alvo a abater»
Eu sei que Godinho Lopes habilita-se a ser o pior presidente da história do Sporting. Eu sei também que tomou muitas decisões questionáveis. Sei, igualmente, que mais de 99% dos Sportinguistas não gostam dele. Mas esquecem-se que foram estes Sportinguistas que votaram nele. Tal como votaram no Bettencourt. 
E sem querer assumir o papel de advogado de defesa de ninguém. Até porque os factos estão a vista de todos, e quase não há defesa possível. Mas a mim custa me acreditar que isto tudo seja fruto de má-fé do Godinho Lopes. Acredito sim, que seja fruto da sua inexperiência e amadorismo, e de uma pitada de azar. Sim. Acontece de tudo ao homem. Jogadores a falharem golos fáceis. Um treinador que só bate palmas. Um Presidente de Assembleia que aproveita o tempo de antena que lhe é concedido para declarar guerra aberta a direção. E tudo mais.

Se o Izmailov vai para o Porto a culpa é do Godinho? Não. É mau carácter do jogador que preferiu ir para o clube rival quando podia ir para a Rússia, ou outro clube qualquer. Se jogadores falham golos fáceis a culpa é do Godinho Lopes? Se os adeptos nunca estão satisfeito com nada (lembro que a maioria das pessoas, numa altura, pedia demissão do Domingos, quando foi demitido, não devia ter sido demitido. O Sá Pinto não tinha condições para estar no Sporting, foi demitido. Quando foi demitido, não devia ter sido. E por aí fora). Se me perguntarem se o Godinho Lopes é estúpido? A minha resposta é sim. Mas não acho que seja menos que o Eduardo Barroso. Este não descansa enquanto Bruno de Carvalho não for presidente.
«Estrutura»
Falam do Pereira Cristóvão mas a verdade é que desde que ele saiu do Sporting, que é aquilo que vemos agora. Jogadores que não se esforçam, uma equipa que não produz nada de jeito. Falam do esquema dele para vigiar os jogadores. Mas está tudo parvo? Qual é a equipa que não faz isso hoje em dia?  O Porto, sim, porque vocês tomam o Porto como exemplo para tudo,  faz isso como ninguém. Falam em estrutura para aqui, estrutura para ali. Mas o que raio é a estrutura afinal? É ter um Presidente da Assembleia que passa o tempo a malhar na direção? É todos os anos deitar a casa a baixo, e mudar de presidente, treinadores, jogadores, e começar sempre tudo de novo? É embarcar sistematicamente no coro de gente sedenta de atenção, e que para isso fala sempre do Sporting? Aliás, o Sporting é o espelho de Portugal. É um clube com muitos opinadores. Muitos filósofos e psicólogos. Toda gente tem opinião sobre tudo e toda gente tem solução para tudo. Como dizia o outro: desde o carpinteiro ao fadista. Todos falam do Sporting.
O futebol é uma coisa de bandidos. Metalizem se disso. Deixem se de fazer de virgens ofendidas sempre que se faz algo de menos bom. Lincharam e trucidaram o Pereira Cristóvão para o Sporting poder ser aquilo que é hoje. Um clube que não ganha a ninguém. Um clube rodeado de abutres que só querem aproveitar se do clube em vez de servi-lo. É uma vergonha. E dizem: nós somos diferentes. Pois somos, meus amigos.  A diferença é que os outros ganham e nós não. Ou melhor, enquanto os outros ganham nós vamos vendo-lhes ganhar. Neste processo todo só tenho pena de uma coisa. Da ingenuidade revelada pelas pessoas que puseram em prática a ideia. Se não têm capacidade para fazer malandragem não o façam. Em Portugal não é corrupto quem quer.
«Dom Sebastião»
Os adeptos do Sporting á muito tempo que escolheram aquele que será o salvador. O homem que nos irá tirar da desgraça. O nosso Dom Sebastião no fundo. O sportinguista é o espelho do português. Ambos estão a espera do Dom Sebastião que tarda em chegar. Alguém que venham entre os nevoeiros e ponha termo a todos os problemas. 
Neste caso, o D. Sebastião dos Sportinguistas é o Bruno de Carvalho. O homem que irá salvar isto tudo. E é bom que salve, senão é vê-los a malhar nele também. Esta gente não perdoa. Os Sportinguistas querem ganhar ‘ontem’. Mesmo não tendo capacidade para isso. Querem ganhar e não sabem como. Que venha o Dom Sebastião. Aliás, o Eduardo Barroso não descansará enquanto o Bruno não tomar o poder. Hoje vive-se um clima de guerra civil em alvalade muito por culpa deste senhor, Eduardo Barroso. O que este senhor faz as segundas-feiras nem o mais exímio líder de uma oposição consegue fazer.

Adepto
Meus amigos Sportinguistas que me perdoem a expressão, mas o Sportinguista é o bicho mais estranho que já vi no mundo do futebol. Vão do céu ao inferno num ápice. Exageram na euforia, e na desilusão, pois claro, não poderia ser diferente. Assobiam os seus próprios jogadores. Já agora, onde andam aqueles miúdos que foram receber a equipa após a derrota na Madeira, e pediram a demissão de Domingos Paciência e diziam que o Sporting eram eles?
Já li por aí que Godinho Lopes já apagou alguns salários dos jogadores com o seu próprio dinheiro. E as pessoas querem um pavilhão novo. O sporting não tem dinheiro para nada e as pessoas querem sempre reforços. E depois quando se gasta fortuna – mal gasta, muitas vezes- em reforços, dizem: ‘não, não. Apostem é na formação.’ E são estas mesmas pessoas que, quando ainda era treinador o Paulo Bento, diziam: ‘com miúdos não vamos lá, contratem mais é jogadores.’ Não percebo esta gente.
Eu mantenho o que disse. Deixem a direção cumprir o mandato. (É provável que alguém tenha deixado de ler este texto depois de ler isto). Está mais que claro que o Sporting presidente será Bruno de Carvalho. Não tenham pressa. Apoiem a equipa. O Sporting merece. As pessoas passam o clube fica. Qualquer dia nem isso.
Carlos Pereira”

7 comentários:

Marcelo Costa disse...

Concordo a 100% com este texto.
Os meus parabens :)
SPORTING SEMPRE SL

Anônimo disse...

Grande Carlos Pereira, bem me parece que a tua voz é também a minha!
Um Sportinguista com S

Anônimo disse...

Finalmente alguma clareza e sentido sobre o momento actual do Sporting. A questão essencial para mim sempre foi a saída de PPC, digam o que disserem ele controlava os jogadores porque é assim que tem de ser,a diferença é que como é o Sporting e não interessa que estejamos a crescer gostam de nos ver onde estamos agora, é um escandalo põem-no em tribunal e dão quase tanto mediatismo como ao apito dourado que se fosse descoberto que algum presidente do Sporting está envolvido corria muito mais tinta! Mas como é o Papa do futebol portugues e os discipulos ninguem toca, 6 pontos retirados ao porto que nem para tirar o titulo se dá, RIDICULO! sabem o que fazem no porto quando vêm jogadores a horas indecentes em discotecas ou até na rua? chegam ao pé dos jogadores e dizem vai para casa ou queres que ligue ao presidente? pois tem em cada discoteca e bar da cidade membros dos super dragoes a controlar os jogadores, o que faz todo o sentido estão a ser pagos a peso de ouro para representar o clube. É um clube que não dá espaços a figuras patéticas de jogadores todos bebados em discotecas, como se vê recorrentemente no Sporting basta irem a contas de twitter de alguns deles ou verem essas mesmas figuras ao vivo como já vi. O Sporting precisa de estabilidade e de ter uma pessoa capaz de traçar um rumo e segui-lo até ao fim o que jesualdo pode, na minha opinião, conseguir e de uma figura que consiga fazer o que PPC fez, ter os jogadores na mão.

Anônimo disse...

Eu só gostava de saber se o nome deste blog "Sporting até morrer" está a referir-se aos adeptos que são do sporting até morrer, ou se é até o sporting morrer?
É que pelo andar da carruagem, é grande a probabilidade de muitos adeptos do sporting não conseguirem de ser adeptos até morrerem porque o sporting morrerá primeiro.

Já nem paz à sua alma posso desejar porque o sporting já nem alma tem.
Limita-se a viver do anti-benfiquismo. Tempos houve em que isto até servia mas agora... só reduz mais ainda ao ridiculo.
Tenho pena pelos meus tios!

Anônimo disse...

Bruno de Carvalho? Até pode ser, mas nesse dia acaba o Sporting, disso não terei qualquer duvida!

O Sporting neste momento, nas mãos de um aventureiro, morre rapidamente.

martucho disse...

Quem fez este poste foi de uma coerência, muito logica, o nosso mal (SPORTINGUISTAS), é que mudamos de opiniao como quem muda de camisolas, nao gosto de godinho, mais desde que entrou, nao teve sucego e assim e dificil trabalhar.

Anônimo disse...

A vinda do D. Sebastião não é nenhuma utopia. Que o diga o Porto que tem um há trinta anos e transforma em ouro tudo o que toca. Quanto ao Sporting, o Bruno de Carvalho pode não ser nenhum milagreiro, mas de certeza que tudo mudaria para melhor. Para um clube ter sucesso é preciso que quem o dirija, tenha amor e paixão por esse clube e o defenda com unhas e dentes. Este Godinho Lopes, no Porto ou no Benfica há muito que tinha sido corrido à pedrada.