A voz do adepto leonino - "Uma mentira repetida, não é uma verdade!"


“Caros sportinguistas,
A comunicação social tem feito eco das declarações do presidente do Sporting de Braga, em que este senhor afirma que este clube é a terceira força desportiva do País.
Tem repetido até à exaustão, na esperança que se torne verdade.
Ontem deve ter aprendido qualquer coisa, pois no final da partida voltava a afirmar que este Braga era superior ao Sporting.
Tem razão o senhor presidente, mas ontem não foi.
Só é melhor (por enquanto) porque está à frente na classificação e a vitória de ontem não apaga aquilo que as respetivas equipas fizeram até aqui, tal como o terceiro lugar do Braga o ano passado não apaga o historial dos 2 clubes.
Se o Sr. António Salvador tem dúvidas, pense se o Sporting e o Braga acabassem hoje qual seria aquele que seria recordado como um grande clube.
Nos últimos 4 anos o Braga ficou 2 vezes à frente do Sporting e a ano passado à conta de arbitragens indecentes.
Se ainda tem dúvidas compare os títulos dos últimos 10 anos, isto se falarmos só de futebol, porque no resto a comparação seria demasiado  ridícula.
Quanto ao dizer que não será neste campeonato que a diferença seja ultrapassada, espero que não seja recado para outros, de quem o senhor se queixou domingo, esquecendo-se com a ajuda da comunicação social, os fora de jogo mal assinalados, um dos quais era uma situação de golo eminente.
Depois ainda poderíamos comparar as assistências em casa e fora.
Enfim por muito que o senhor e alguns escribas queiram, não é por repetirem exaustivamente que passa a realidade.
Chega de perder tempo com menoridades.
Penso que desta vez o presidente acertou na escolha, já se nota organização e agressividade quando da perda da bola, quando da posse da bola, já se tem intensidade, movimentos e passes de rotura e as transições mais rápidas e fluidas, o que é muito bom em pouco tempo de trabalho.
Falta apenas alguém explicar que o Rinaudo não pode ser preterido pelo Gelson.
Se elogio o presidente pela escolha do treinador, não preciso de mais tempo para ver a qualidade deste, também me deixa apreensivo a duração do contrato deste, pois se foi uma escolha consciente o contrato seria sempre por época e meia.
Fazer depender o apuramento para a Liga dos Campeões parece um absurdo.
Só entendo como uma forma de motivação, nesse caso bem pensada.
Por fim gostaria de comentar a exibição muito positiva do jovem Eric mas convém manter a calma sem exageros, tal como o nosso treinador fez, sem esquecer que o Arias e o Cédric são excelentes jogadores.
Continuo a pensar que faz falta um “competidor” para o Wolfswinkel.
Ricardo Dias”

Um comentário:

Anônimo disse...

Entre o ano de 1998 e o ano de 2002, o Boavista ficou por três vezes à frente do SLBenfica no Campeonato Nacional. Em 1998/1999, o Boavista ficou em 2º lugar e o SLB ficou em 3º lugar. Em 1999/2000, o SLB ficou em 3º lugar e o Boavista ficou em 4º lugar. Em 2000/2001, O Boavista foi campeão e o SLB ficou em 6º lugar. Em 2001/2002, O Boavista ficou em 2º lugar e o SLB ficou em 4º lugar. Nesse período de tempo, entre 1998 e 2002, o Boavista foi por duas vezes à Liga dos Campeões. Nessa altura não me recordo do Presidente do Boavista, o Dr. João Loureiro ter vindo para a comunicação social dizer que o Boavista era a terceira força desportiva a nível nacional à frente do SLBenfica. Acho que os Sportinguistas estão a dar demasiada importância e publicidade a esse Sr. António Salvador. Se houvesse dúvidas para saber qual a grandeza entre o Sporting Clube de Portugal e o Sporting de Braga, bastava fazer uma primeira página dum jornal desportivo qualquer para cada um dos clubes, e saberiamos muito bem que a primeira página do Jornal onde aparecesse o Sporting Clube de Portugal, iria vender muitos mais jornais do que a primeira página onde aparecesse o Sporting de Braga. Um Grande Clube não se faz em 3 ou 4 anos, demora muitos anos a ser feito, e para chegar a esse patamar tem de conquistar vários títulos tanto a nível interno como internacional e acima de tudo tem de conseguir angariar a simpatia e a fidelidade de muitos sócios e adeptos que vão desde o Algarve ao Minho, passando pelas Regiões Autónomas da Madeira e dos Açores. Na minha opinião esta coisa do Sporting de Braga ser a terceira força desportiva a nível nacional é uma falsa questão. Se o Braga começar a ganhar muitos títulos e com isso angariar muitos adeptos e sócios, então nessa altura podemos falar sobre esta questão do 3º Grande, agora nesta altura é perfeitamente ridículo falar-se sobre este assunto, porque na verdade os dois clubes neste momento não se podem comparar em termos de Grandeza e de Dimensão.