A voz do adepto leonino - "O grau de exigência"


“Caros sportinguistas,
Em mais um momento de convulsão no nosso clube, é importante não perder a serenidade.
No entanto os primeiros sinais são preocupantes.
O presidente continua a mostrar uma inabilidade confrangedora.
Afirma que despediu o treinador agora, porque o Sporting não podia perder mais pontos. Senhor presidente, o senhor despediu o treinador porque os resultados eram miseráveis. Despediu tarde, porque foi só quando não se podia perder mais pontos.
 Agora pergunto:
- É justo colocar toda essa pressão num homem que vai apenas ser responsável por um só jogo, num campo onde habitualmente perdemos?
Encerrado este capítulo, passemos agora para a escolha do novo treinador.
Se concluíram que deve ser estrangeiro, parece-me bem, nem vou alvitrar nomes mas espero que a competência seja um critério essencial.
Mas mais importante é formar uma estrutura competente.
O adjunto deve ser português e experiente.
Manuel Fernandes seria ótimo.
O Oceano também pode ser uma hipótese mas acho que deve continuar o bom trabalho que está a fazer.
Agora é necessário é definir um rumo, não exigir o campeonato, a preocupação deve ser construir uma equipa que jogue um futebol agradável.
Mirko Josic, foi um excelente exemplo do que é fazer um bom trabalho, mesmo sem ganhar títulos.
Para aqueles que dizem que a massa adepta do Sporting é demasiado exigente, não me lembro de ver grande contestação a esse treinador.
Os adeptos percebiam que se estava a trabalhar bem.
Ontem ouvi umas coisas interessantíssimas de uns comentadores em que chegaram ao desplante de dizer que se o Sporting apostou no Sá Pinto tinha de ir até ao fim independentemente do que acontecesse.
Meus amigos, estes é que são os verdadeiros inimigos do Sporting.
Eu pergunto se o Jesus ou o Vitor Pereira durariam tanto tempo no clube, com os resultados que o Sá Pinto teve.
Mas enfim há sportinguistas que vão nesta música.
Penso que o Bruno de Carvalho também não foi feliz ao dizer que os projetos só se avaliam no fim.
Não é verdade os projetos avaliam-se constantemente, porque são dinâmicos e estava-se a ver que o caos era o destino.
Esta direção se falhar novamente também não se pode esperar pelo fim do projeto, porque pode ser o fim do Sporting.
Saudações leoninas e viva o Sporting!
Ricardo Dias”

4 comentários:

Anônimo disse...

Olhó pirómano:

http://www.abola.pt/nnh/ver.aspx?id=356261

para a proxima em vez de garrafas de cerveja deviam-lhe mandar era com um balde de agua pelas trombas a baixo.


Tavares disse...

Parabéns Ricardo.

Uma boa análise. Concordo em pleno.

Anônimo disse...

Se falhar novamente????Mas quem é que pensa que nao vai falhar?Ontem já era tarde para este lambe botas sair (nem sequer devia ter entrado)Enquanto os socios nao encontrarem uma direcçao capaz nao vamos conseguir voltar a competir com os outros dois

Apostas Desportivas disse...

Sucedem-se os treinadores e o problema mantém-se. Mudança de direcção?!