A voz do adepto leonino - "Este Sporting não é o mesmo Sporting..."


 “Este Sporting já não é aquele Sporting o que meu avô me falava e graças a ELE hoje ainda sou um ORGULHOSO Sportinguista.
Presente:
Sei que muitos poderão dizer que é nos momentos mais difíceis que tem que se apoiar o clube, mas tudo tem limites. Não podemos apoiar o atuar sporting, não podemos apoiar uma equipa que jogo após jogo não mostra melhorias. E a uma coisa grave: o último jogo efectuado pelo Sporting foi há mais de duas semanas, depois do jogo para a Europa nem jogamos no fim-de-semana seguinte para preparar convenientemente este jogo, a única coisa positiva talvez que retenho deste jogo, é que enquanto o Izmailov teve ‘pilhas’ é um pouco diferente o jogo do Sporting (para melhor).
Hoje foi erros atrás de erros por parte do Sá Pinto (aprecio muito o seu Sportinguismo) talvez muitos no ano passado o tenham posto como herói e hoje é réu. Mas quer queiramos que não é! Não podemos esconder uma coisa óbvia.

O que vou dizer vou entrar no caminho do ‘se’… mas se o treinador do Sporting não tivesse tanto medo talvez já tivéssemos 9 pontos, sim 9 pontos.
Fico fulo da vida quando vejo o clube marcar um golo (e por sinal, o único da liga) passado uns minutos entrar um defesa para defender o resultado.
Fico fulo de ver que o Sá Pinto aposta sempre nos seus ‘mosqueteiros’.
Fico fulo quando observo que temos um jovem (Labyad) com enorme valor (nem mencionei potencial) no banco, em 3 jogos para o campeonato só entra em um e quando estamos a perder, isso para um jovem não é lá muito positivo, digo eu.
Porquê que o Viola não entrou para o lugar do Wolfswinkel?
Era um jogador fresco para aquela posição.
Por falar em jogadores frescos, onde estava o Carriço que deu origem ao golo do Marítimo, teve de ir o pobre do André Martins a ir lá, fez uma falta, e lá se deu o golo do Marítimo.
Futuro:
Fazer futurologia: prevejo que os próximos 3 jogos muito provavelmente o Sporting irá ganhar, e depois desses três jogos serão todos uns heróis, mas não se iludam com as possíveis vitórias, até posso estar enganado, afinal pensava que o Sporting iria ganhar ao Rio Ave facilmente e perdemos.
Podemos chegar ao Dragão à 6ª jornada já com à corda ao pescoço, em caso de derrota podemos ficar a 8 pontos.

E com aquilo que mencionei anteriormente, em caso de vitórias nesses 3 jogos todos serão uns heróis e já vão dizer que será fácil ganhar no Dragão, alguns Sportinguistas passam do 8 para o 80 muito facilmente.
Sá Pinto quando uma equipa tem a bola e ataca, a outra equipa de certeza que não marcará golos, o Sporting não é uma equipa pequena para defender o 1-0 (embora nos últimos anos pareça).
Para finalizar:
As minhas dúvidas estão a ficar dissipadas:

- Sá Pinto não tem perfil para ser treinador de uma equipa como a do Sporting.
Bruno Filipe”


8 comentários:

Anônimo disse...

Nao se iludam que o campeonato,ja era!Pó ano ha mais,se do mesmo ou nao,nao sei mas que este ano esta perdido sim!Longe vai o tempo em que o meu SCP jogava á bola...mas quando se tem um homem á frente da equipa que so sabe defender e nada mais entao ta tudo dito!3 jogos 1 golo e 0 vitorias....e ainda ha quem sonhe.....

Carlos disse...

Concordo com tudo que dizes !

Anônimo disse...

Sá Pinto, foi mais um erro de "casting" desta direcção. Quando foi anunciado como treinador do Sporting em Fevereiro passado, concordei com a decisão pois o Sporting ao longo da sua história teve sempre soluções internas de treinadores muito fortes, por exemplo, Paulo Bento, Augusto Inácio, Fernando Mendes, Mário Lino, etc...Alguns deles foram inclusive campeões nacionais. Aquela segunda parte contra o Manchester City, lá em Manchester, foi por um milagre que o Sporting não foi eliminado pelo City, depois de uma primeira parte fabulosa, das melhores que vi até hoje feitas pelo Sporting na Europa. Não fomos eliminados porque o Patrício defendeu no último segundo um remate de cabeça feito pelo guarda-redes do City. Sá Pinto na 2ª parte desse jogo fez na minha opinião más substituições, que desiquilibraram a equipa até final do jogo. Na altura a euforia dos adeptos esqueceu estas más opções técnicas. Tivemos derrotas compremetedoras em Setúbal e em Barcelos, que fizeram falta para o conquistar do 3º lugar, que dava acesso ao Play-off da Champions League. Mas aquela derrota no Jamor frente a uma equipa da Académica que andou todo o campeonato a lutar para não descer de divisão, acabou com as minhas expectativas em relação ao treinador Sá Pinto. Não concordei com a renovação do seu contrato no final da última época, penso que foi mais um acto de gestão danosa ao Clube. Os jogos da pré-época, contra equipas fracas, tiraram as minhas dúvidas em relação ás enormes limitações que a equipa este ano possui, acho-a demasiado jovem e imatura. Este inicio de época é o reflexo daquela tarde negativa no Jamor.

Anônimo disse...

Tb. concordo! Absolutamente! E Viva o SCP!!!
Rictemple

Anônimo disse...

Nao há esperança...
Desilusão total...e pior que isso é que estas nao vitórias ja nao me ferem. Isso sim, o mais grave.
SL

Anônimo disse...

O Sporting ainda tem a modalidade de pugilismo?


Se sim, levem o Sá Pinto para lá.
Fará um bom trabalho, com certeza.

Que saudades que tenho do Paulo Bento.
Ficava sempre em 2º ou 3º, mas outras vezes não chegava ao 1º lugar, por razões estranhos que todos conhecem.
Pensava pela sua própria cabeça e era HONESTO, nas suas considerações.
Se lhe dessem o que Sá Pinto tem agora, o que faria!...





Anônimo disse...

"Sá Pinto não tem perfil para ser treinador de uma equipa como a do Sporting. Bruno Filipe”

Não sei se hei-de rir, se hei-de chorar!

A mim nunca me enganou, mas digam-me uma coisa:

Um treinador que no fim da época passada era bestial... perdeu a Taça de Portugal, para a modesta Académica, agora já é uma besta?

Aguentem-se...

iorda9 disse...

Este Sá Pinto levava uma sova do Artur Jorge