A voz do adepto leonino - "Novo assalto à mão armada no Dragão"

“Um conhecido meu, polícia de profissão, decidiu ir ver o nosso Sporting ao Dragão. Tal como eu, uma incrível fé movia-o neste último e derradeiro esforço para tentar ir à Champions.
Sobre o que se passou nessa noite falarei mais à frente, mas há uma coisa em que todos concordamos: foi um verdadeiro assalto à mão armada.
Quando o encontrei na segunda-feira, ainda a digerir a injusta derrota, decidi provoca-lo: “Então não prendeste o Pedro Proença?
Ao que ele me respondeu que não perde tempo a deter bandidos de 3.ª categoria.
Até colegas meus de trabalho, adeptos desse clube, me admitiram que não era necessário haver uma arbitragem tão complacente com a festa dos dragões.
Ah, um pormenor: esqueceram-se de pintar o cabelo ao senhor que se chama PP (as iniciais coincidem com aquilo que eu gostaria de lhe dizer).
PP fez-me lembrar o saudoso Martins dos Santos, figura que consta do património desse clube nortenho.
Podem chamar incompetência, que a há em doses cavalares, mas também há dois aspetos cruciais: o hábito de não «incomodar» minimamente o clube poderoso que ganha sempre, todos sabemos como, e o ódio que esses senhores de negro têm ao Sporting.
Como alguém já escreveu esta semana, nem com Messi e Ronaldo!!!!
A Sporttv não viu e os adeptos portistas inebriados pela festa não quiseram ver.
Mas todos nós vimos:
- A 1.ª parte a terminar aos 44m, porque perante a enorme assobiadela que se ouvia, PP decidiu interromper o jogo (talvez preocupado em não irritar os portistas, logo no dia da sua festa).
- 1.º Amarelo a Oguchi, quando na realidade mal chega a tocar (nem sei se toca) naquele jogador que enverga o n.º8 e que é dragão desde pequenino (mas se lhe oferecerem uma campanha de 50% de desconto também diria que é do Pingo Doce desde que se lembra).
- Múltiplas faltas de Sapunaru e de Fernando sobre Capel, a escaparem a sanção disciplinar.
Depois de os amarelar, PP provavelmente avisou Vitor Pereira que seria melhor substituir o romeno antes que Capel fosse cortado em postas, tal o número de entradas violentas de que foi alvo.
Já o brasileiro pediu a PP que satisfizesse um capricho seu: expulsá-lo mesmo no final do jogo, para ter o seu minutinho de fama.
- O Incrível a empurrar Pereirinha, mas aos olhos de todos é uma questão sobrenatural. O brasileiro é só força e pode usá-la conforme quiser. Os stewards da Luz que o digam.
- Polga a ser expulso por uma falta merecedora de amarelo – mas que começa num lance irregular.
Tenho duas teorias para esta expulsão: Polga estaria a fazer o jogo da sua vida e PP achando que seria má decisão do SCP renovar com ele, decidiu despachá-lo mais cedo para férias. Ou uma versão mais séria – para disfarçar este roubo, de assinalar um penalti precedido claramente de falta, nada melhor do que cometer um erro ainda pior – expulsar o central leonino. Assim, ninguém falaria mais do início do lance.
O crime estava encoberto e o assunto morreu ali.
O tipo é esperto. Ou julga-se esperto. Um pouco à imagem dos atuais líderes europeus: É um esperto internacional.
Depois de tanta suspeição que se levantou à volta de PPC (e que carece de qualquer tipo de confirmação), só tenho que concluir uma coisa: à beira destes tipos o PPC é uma fadinha!
Saudações Leoninas,
Brunix”

2 comentários:

Mauro Silva disse...

Só para dizer que a 1ª-Parte não acabou aos 44'. O cronómetro da Sport TV atrasou-se aos 34'42'' para os 33'17'', daí a questão do minuto 44!...

De resto, plenamente de acordo!

Anônimo disse...

Fantástico POst !! ISto só vem provar que mesmo com muitos jogadores novos e por vezes não jogando também o que é facto é que nós fomos espoliados pelos árbitros a época toda, e se nao fosse isso podíamos estar a lutar pelo título até á ultima ! Isto é o futebol português, eles brincam com o sporting e vão continuar a brincar !!
TEmos de acabar com este terrorismo !!