A voz do adepto leonino - "E assim vai o Sporting"

 “Caros sportinguistas, após mais uma vitória sofrida, surgiram logo as criticas ao futebol praticado pelo Sporting mas criticamos o supérfluo e não o essencial.
A qualidade do futebol praticado não pode em boa verdade ser atribuída ao Sá Pinto, pois pegou numa equipa muito mal do ponto de vista físico, que não é possível melhorar em menos de três semanas.  
Não houve tempo para grandes alterações tácticas.
Mas Sá Pinto já acrescentou alguma coisa ao futebol do Sporting.
Primeiro a sorte, que também faz falta, depois a capacidade de ganhar mesmo não jogando bem.
Desenganem-se aqueles que pensam que se pode ser campeão ganhando os jogos todos a jogar bem, alguns têm de ser ganhos no querer e na raça e o Sá Pinto sabe isso como ninguém.
Mas com isto não estou a dizer que está tudo bem, longe disso, algumas coisas são de amadorismo perturbante numa estrutura como a do Sporting, passo a explicar.
A equipa em termos físicos como já disse está miserável.
De quem é a responsabilidade?  
Na minha opinião da estrutura de futebol do Sporting, toda sem excepção.
Não me limito a criticar, vou justificar sem saber minimamente o que se passa dentro do Sporting.
A degradação do futebol da equipa deu-se após a lesão do Rinaudo mas acentuou-se a seguir à paragem do final do ano, logo indicia que essa paragem foi mal preparada. Responsabilidades na minha opinião, para equipa técnica e médica.
Depois como é que ninguém dentro da estrutura se apercebe do que está a passar?
Falemos da formação do plantel, globalmente acho que o trabalho foi muito positivo, mas faltou o trabalho de equipa.
O caso do Jeffrén e do Rodriguez são paradigmáticos, aqui a equipa médica parece-me não ter estado bem, acredito que fizeram os exames que deveriam ter feito mas não valorizaram em minha opinião o historial clínico dos atletas em causa.
Depois o exagerado número de lesões musculares, aqui  existem responsabilidades embora para quem está de fora seja difícil de definir responsabilidades mas para terem a noção a má condição física deve-se ao trabalho inadequado, quer do ponto de  vista técnico quer pela dose de treino que pode ser por excesso ou defeito.
Existem indicadores que podem e devem ser utilizados, por exemplo o doseamento de ácido láctico, que se faz através de uma simples análise ao sangue e permite saber se o trabalho está a ser excessivo ou se podem aumentar as cargas.
Mais uma vez a estrutura falhou.
No caso dos jogadores que têm repetidamente apresentado lesões musculares estas por vezes estão associadas ao uso de suplementos alimentares ricos em amino-acidos.
Será que foi feito o despiste da situação?
Ontem também se percebeu porque é difícil ser treinador do Sporting.
Como é possível o Sporting num jogo como o de ontem que estava difícil, ficar cerca de 5 minutos com menos um jogador.
Numa boa estrutura os jogadores na segunda parte vão aquecendo à vez para em qualquer momento estarem aptos a entrar.  
Isto não pode ser atribuído só ao treinador porque uma boa estrutura é sempre superior à soma das partes, onde alguém está atento a esses pormenores que fazem a diferença.
Depois ficamos admirados com jogadores e treinadores a terem sucesso noutras paragens.
Falemos agora do que se passa fora do campo.
Andamos há anos a queixarmo-nos da arbitragem e continuamos a apoiar uma equipa da Federação que mantém o Sr. Vítor Pereira que nos tem prejudicado como quer e lhe apetece (honra seja feita ao Luís Duque).
O que é certo é que o Benfica conseguiu equilibrar esse jogo de poderes.
Aconselho a leitura da entrevista do Marinho Neves num outro blogue do universo sportinguista, pois a ser verdade explica muita coisa.
Saudações Leoninas
Ricardo Dias!”

2 comentários:

CarlosSCP disse...

Só em relação à entrevista de Marinho Neves. Creio que ele só se queima a si próprio e dá um mau exemplo de como lidar com as arbitragens. Quase que assume que fomos campeões à custa de pressões. Parece-me material de propaganda para vender livros. Já vi igual em jornalistas/comentadores ligados aos rivais.

Em relação ao fisico do Sporting.... muita mentira e parvoice se escreve. O Domingos tem uma carreira exemplar nesse aspecto. Só tem culpas no facto de não ter feito rotação em jogos chave.

Anônimo disse...

O cabelo do aimar é um blog sportinguista ?

Bem certo que escreve lá o grande valdemar, mas é um blog sportinguista - é um blog lampião.