A voz do adepto leonino - "O Sporting está a saque e ninguem quer ver"

“Caro Sportinguista,
Ao consultar os jornais desportivos, de hoje, deparei-me com a notícia que o Futebol Clube do Porto tinha adquirido ou readquirido por 4 milhões de euros, 22,5% dos direitos económicos do jogador João Moutinho ao Soccer Invest Fund, o qual é gerido e representado pela MNF Gestão de Activos - SGFIM, S.A.
Como todos sabemos, João Moutinho foi vendido ao Futebol Clube do Porto por 11 milhões de euros e, como todos sabemos, foram recusadas anteriormente propostas superiores pelo jogador mencionado. Lembro-me de uma proposta do Everton.
O Futebol Clube do Porto vendeu 37,5% dos direitos desportivos do jogador ao fundo Maners BV que por sua vez cede a sua posição contratual ao Soccer Invest Fund que é gerido pela MNF Gestão de Activos os direitos que detinha sobre João Moutinho.
O que a MNF faz? Avalia e vende 22,5% do passe do jogador em 4 milhões.
Ao deparar-me com estes factos chego à conclusão que há um certo conflito de interesses. João Lino de Castro, antigo secretário da Assembleia Geral do Sporting, é administrador da MNF e quando João Moutinho foi vendido ao Porto, João Lino de Castro desempenhava essa função dentro do Sporting. Miguel Ribeiro Telles desempenha a função, na MNF, de Presidente da Mesa da Assembleia Geral e, como todos sabemos, é público o relacionamento existente entre Miguel Ribeiro Telles e José Eduardo Bettencourt. É de salientar que Miguel Ribeiro Telles desempenhou funções de Administrador da SAD do Sporting Clube de Portugal.
Ao pensar nisto tudo levanto algumas questões:
1 - Quem valorizou João Moutinho por 11 milhões aquando da sua transferência para o Futebol Clube do Porto?
2 - A quem interessou a venda de João Moutinho?
3 - Será que é correcto, transparente, de gente séria, ex administradores do Sporting terem um papel activo num fundo que gere parte dos direitos de João Moutinho?
Chego à conclusão que não há gente séria neste país. São raras as pessoas que são sérias.
Chegamos ao ponto de existirem sportinguistas acharem perfeitamente normal que se pague a jogadores para se irem embora sem que haja um mínimo de retorno. O Sporting continua a saque e ninguém quer ver.
Abraço
Tiago Filipe”

5 comentários:

Anônimo disse...

Ainda irão ver a venda do Falcão+Moutinho para o Chelsea por 56 milhões em que 45 são do Falcão e 11 do Moutinho e como o Sporting só recebe se a venda do Moutinho for superior a 11 milhões....

Luis Carmo disse...

Chama-se a isto “Dinastia Roquetista” que por lá anda desde 1995. Este é o grande problema do Sporting e que provavelmente irá continuar, pois mesmo quando aparece alguém com credibilidade (Bruno de Carvalho) aparecem também umas certas e determinadas “afinações” a dar a vitoria nas eleições sempre aos mesmos.

Anônimo disse...

Totalmente de acordo com o tiago filipe so nao ve quem nao quer ver que a muita gente ganhando dinheiro com a venda de jogadores do sporting por isso e que eles nao querem sair da direçcao por este caminho vamos ter de fechar portas dentro de pouco tempo onde ja se viu o sporting pagar 2 milhoes pelo zapater o ano passado e este ano deixa lo abalar a custo zero so no sporting isto no porto nao ficava assim

liedsonscp1 disse...

esta direção faz isso?? continuem com as lengas lengas do costume e não se preocupem com o que interessa ;)...Bruno Carvalho futebol clube em vez de Sporting Clube de portugal era bem pensado ;)...SL

jpinto disse...

Não digo 11M mas 20M ou 25M é mais k certo.

Tb acho que deviamos receber algo de jogadores como zapater grimi ou vuk k n são nenhuns coxos