A voz do adepto leonino - "Eu acredito e vocês?"

O texto que vou publicar em baixo, foi encontrado no Facebook e como gostei do que li, decidi partilhar convosco.

“Pedem para acreditarmos e nós, simples mortais, interiorizamos esse pensamento. Dizem-nos o Sporting Clube de Portugal este ano vai lutar pelo título e nós retemos essa ideia na nossa mente.
No entanto sabemos que em termos organizativos e de plantel estamos muito atrás dos nossos rivais directos.
Não interessa agora escalpelizar porque chegamos a este ponto e devemos antes analisar como vamos superar tudo isso.
Em termos organizativos o Sporting Clube de Portugal conta com a experiência de dirigentes como Luís Duque e Carlos Freitas e com o" know-how" do treinador Domingos Paciência e de todo o seu staff técnico.
Um exemplo frisante desse incremento organizativo é a blindagem que foi feita ao clube não permitindo que o seu dia-a-dia seja debatido na praça pública.
Outro exemplo é a questão das apresentações dos novos jogadores.
Estes são apresentados quando, onde e como o Sporting pretende.
Assim no campo organizacional estamos no bom caminho.
Nada a apontar até aqui. Vamos então falar, talvez do problema mais premente, da equipa de futebol.
O Sporting Clube de Portugal tem de fazer um investimento forte no seu plantel.
Os nossos dirigentes sabem que para lutar pelo título não têm outro caminho.
Assim vemos o presidente Engº Luis Godinho Lopes à procura de investidores em Angola.
Por outro lado as aquisições têm de ser pensadas e bem-feitas.
Temos que fortalecer os pontos mais débeis e ter um banco de suplentes à altura.
Os jogadores jovens que são adquiridos e aos quais nada vai ser exigido durante um ano, podem ter origem na América do Sul.
Os jogadores que vêm para acrescentar qualidade ao plantel têm de ser provenientes do continente Europeu.
A sua nacionalidade pode ser europeia, sul-americana ou outra mas têm de jogar em campeonatos europeus há mais de um ano.
Estes jogadores têm que ser mais-valias imediatas, não podem ter períodos experimentais.
Pensando assim e actuando deste modo, queimamos etapas e ficamos muito mais perto dos rivais.
Quanto aos árbitros o problema fica simples.
Estes perante um clube organizado, perante uma equipa acima da média, perante um clube ganhador, perante uma massa adepta que inundará os campos de Portugal, tornar-se-ão simples cordeirinhos.
Pensando assim eu quero dizer a todos sportinguistas que ainda acredito.
E vocês acompanham-me?
José Amorim (Facebook Grupo Sporting sem rodeios) ”

Participa no novo desafio "Visão de Leão" até ao próximo dia 26-06-2011 aqui.

Nenhum comentário: