A voz do adepto leonino - "Será destino?"

“Será este o fado do nosso clube desde 1906??
Estaremos a pagar pelas glórias que tivemos...
Ou não somos merecedores de ter o leão como símbolo?
Meu Sporting, sou teu desde que nasci.
Vivi pouco da tua história e o pouco que vivi é o pior.
Hoje sinto um enorme desencanto.
Recordo o tempo em que pegava nos jogos de computador e ia logo a correr jogar com o meu Sporting, fosse no FM  ou no meu FIFA.
Nada me dava mais gozo.
Isso desapareceu.
Hoje ando pelos menus e fujo do Sporting, prefiro Barcelonas e Manchesters...
A cada mês que passa sinto que o Sporting é uma espécie de amor não correspondido.  
Vou ao estádio e à minha volta vejo boa gente mas conformada.
Ninguém vê futuro.
Levámos um golo?
Taxe bem...
Se acabar assim, é apenas mais uma derrota...
Antigamente chorava-se pelo Sporting, hoje é porrada até nas eleições.
Estes últimos dois anos têm sido uma desgraça... Bettencourts, Purovics, Costinhas, Roquettes, Carvalhais, Paulos Sergíos, Maniches...enfim mediocridade total.
Quero o sofrimento...quero-o de volta, se for isso que traga o Sporting Clube de Portugal de volta.
Sim, o Sporting Clube de Portugal...não se lembram?
Aquele que ganhava títulos, aquele que não tinha medo de lampiões e tripeiros, aquele que ombreava nas competições internacionais, aquele enchia estádios, aquele que clube grande, tão grande como os grandes da Europa!... Pois...grandeza...o que é isso...há muito que a perdemos...
Há hipótese de a voltar a ter?
Há...sempre houve...basta pensar pelo clube...pensar na bancada e não na banca... 
A nossa grandeza esteve à vista de todos.
Basta ver os acontecimentos do domingo passado...
Violência e eleições sem transparência.
É  aqui que está a nossa grandeza, ou melhor dizendo, a nossa pequenez. Prevejo um futuro difícil...se é que temos futuro...
Com um presidente contestado, uma equipa de futebol miserável, uns adeptos indignos deste clube, temos mesmo um grande futuro.
Para resolver isto o essencial é mudar mentalidades e  quem está agarrado ao tacho.
Todos sabem, apoiei Bruno de Carvalho e não foi pelas falácias da continuidade nem rupturas nem fundos...
Apoiei pois vi nele um líder de massas.
A sua acção de acalmar pessoas exaltadas na madrugada de domingo apenas confirmou que era aquele que devia ter sido o nosso presidente ou pelo menos um com a mesma capacidade de liderança.
Tenho apoiado as repercussões destas eleições desde que não envolva violência, pois quero novas eleições com a máxima clareza possível...sem sacos do lixo, recontagens, afinações, votos múltiplos nem nada idêntico.
Quero um presidente do Sporting Clube de Portugal eleito com transparência e confiança dos adeptos e associados.
Acima de tudo isto quero o Sporting back, bether than ever. 
Quero dar a volta a esta sina de infelicidades, quero voltar a jogar com o Sporting no FM com gosto, quero presidentes sem corrupções (já nos chega o que há por aí), quero ir a Alvalade sentar-me nas bancadas verdes, comer as minhas batatas fritas e ver uma futebolada á maneira, quero ter orgulho em vestir todos os dias a verde e branca, quero ir para a rotunda festejar e acima de tudo quero o nosso Sporting Clube de Portugal!...  
Leo”

Nenhum comentário: