Sporting 2 - Sp.Braga 1 [crónica]

SPORTING: Rui Patricio, João Pereira, Daniel Carriço(cap.), Polga, Evaldo, André Santos, Zapater, Valdés, Vukcevic, Hélder Postiga e Liedson
1-0 Diogo Salomão aos 11 min.
2-0 Jaime Valdés aos 13 min.
2-1 Paulo César aos 16 min.
AO INTERVALO: 2-1

Quando começou o jogo e os primeiros minutos iam passando e o Sporting nem conseguia cheirar a bola comecei a temer pelo pior, tínhamos um Sporting completamente manipulado e dominado pelo Sp.Braga, depois aconteceu a lesão de Postiga e aí fiquei bastante preocupado!
Entra Diogo Salomão e de repente ouve-se um rugido de um leão que andava adormecido e acordou como que dizendo que o rei da selva estava ali e que toda a gente lhe prestasse a devida vénia pois o rei estava a acordar!
O Sporting marca dois golos nas duas primeiras aproximações á baliza dos bracarenses e foi uma equipa que praticou um futebol a roçar a espectacularidade, que grande Sporting, foi um Sporting que me fez saltar o coração, excelente!
O Sporting podia até ter marcado mais um golo se continua a jogar ao mesmo ritmo durante mais alguns minutos, não é uma crítica mas em adversários destes que são fortes e perigosos é que se tem de aproveitar quando estão á beira do KO!...O Braga tem a sorte de marcar o golo pois penso que se não o marca arriscava-se a sofrer mais!
André Santos e Zapater (que hoje me obriga a fazer-lhe uma vénia merecidíssima) estiveram a um nível elevadíssimo, quer a defender quer a fazer os companheiros mais adiantados no terreno, simplesmente brilhantes os pivots defensivos do Sporting, André Santos fez uma grande primeira parte, ainda nos salva do empate num contra-ataque perigosíssimo dos bracarenses!
Na frente apenas Vukcevic pareceu menos feliz e menos concentrado, Liedson esteve bastante bem, mostrou o Liedson que tanto nos habituámos, Valdés está mais que visto que o seu lugar é no centro e mostrou muito bom entendimento quer com Liedson quer com Salomão!
Diogo Salomão transpira futebol por todos os poros, este miúdo quando acabar o seu crescimento como jogador irá ser um caso serissimo de sucesso, o golo que marca é de um apontamento só ao alcance dos melhores do mundo, depois faz um passe de letra magistrojo e arranca dois cartões amarelos aos dois laterais do Braga, genial!
Evaldo e João Pereira estiveram bem e os nossos centrais apenas falharam no golo do Braga, a falta de Polga mesmo em cima do intervalo que dá um livre perigosíssimo contra nós podia ter sido evitado, não percebi aquele encosto!
Agora uma nota para o merdoso do Boi Paixão, os cartões aos jogadores do Sporting ninguém percebeu, depois deixa um cartão amarelo por mostrar a Miguel Garcia que mais tarde viria a ser expulso, depois um canto a favor dos bracarenses quando devia ter sido marcada falta sobre Polga!
Sporting a vencer justamente ao intervalo!

A 2ªparte foi completamente diferente da primeira, o jogo foi mais táctico por parte do Sporting, Sporting que na 2ªparte faz uma coisa muito positiva, manteve o equilíbrio defensivo no seu meio-campo e percebeu-se bem as intenções de Paulo Sérgio para o segundo tempo, fazer um jogo de contenção e tentar jogar no erro do adversário e aí arriscando um golo do empate que poderia ter aparecido, Paulo Sérgio parece que se esqueceu que estava a jogar com o Braga, vice-campeão nacional!
Começa a 2ªparte como começou a 1ºparte, com o Braga a mandar no jogo e a empurrar o Sporting para o seu meio-campo, não teve claras oportunidades de golo mas obrigou Rui Patrício a estar atento e a ter de se aplicar, o Sporting também teve alguns lances perigosos, hoje não se pode contabilizar a bola no poste porque foi anulado o lance por off-side, em suma penso que fomos a melhor equipa no cômpito geral dos 90 minutos mas penso que fosse mais um golo para cada lado não ficaria mal, a vantagem tangencial do Sporting é justa porque o Braga mostrou que é uma equipa perigosa e meteu o Sporting em sentido.
Agora pergunta-se se a contenção foi propositada ou foi por falta de incapacidade da nossa equipa ou então por falta de capacidade de Paulo Sérgio.
A certa altura do jogo havia jogadores do Sporting em sub-rendimento e Paulo Sérgio retira do jogo Diogo Salomão que estava bem no jogo, quer a defender quer a pressionar os defesas do Braga e deixa em campo Vukcevic que passou praticamente ao lado do jogo, não percebi, depois a um minuto do fim a entrada de Saleiro terá sido para quebrar o ritmo do Braga ou para dar mais minutos a Saleiro?
Boi Paixão mais uma vez deixa o 2ºcartão amarelo no bolso num lance de uma placagem de Sílvio a Vukcevic mas vindo daquele boi nada é de estranhar!
Bom jogo, exibição do Sporting positiva pelos 15 a 20 minutos em que marca os dois golos pela forma como o meio-campo do Sporting conseguiu anular o meio-campo bracarense!
Cimentamos o “brilhante” 3ºlugar!
Apenas uma nota negativa na noite de hoje em Alvalade, a fraca assistência para um jogo deste “calibre”, pouco mais de 22000 pessoas…
Melhor em campo pelo Sporting vai claramente para André Santos...está um "senhor" jogador!
 


5 comentários:

Anônimo disse...

Boa análise.

Aquele "boi com apito na boca" é só gozar com o Spoting.

O duelo entre Liédson e Paulão mais parecia: Paulão o Levezinho e Liédson o Gorila!

Muito boa exibição e, hoje um banco de suplentes muito limitado.

C-A

Jeremy disse...

Com este andré santos quem se lembra do moutinho? Sr PS isto que anda a fazer ao saleiro é uma vergonha, o rapaz foi formado no sporting é 1 excelente profissional e a paga que recebe é ser um boneco que serve apenas para entrar a 2-3min do fim? Isto dá uma motivação a um jogador que ele até deve pensar que só jogará se os outros avançados se lesionarem todos ou estiverem castigados. Já a epoca passada quem sofria com isto era o Matias. Se não confiam no saleiro vendam-no ou rescindam o contrato porque isto é andar a gozar com ele.
O salomão é a mesma coisa, o rapaz precisa de jogar, não é a ficar no banco 10 jogos e jogar 1 apenas e só porque um colega se lesiona que ele se vai fazer jogador. Ele não é um puto de 18 anos, tem 22, e com o izma lesionado ele e o vuck sao os melhores alas do sporting.

Anônimo disse...

"No cômpito geral"...não usas o corrector ortográfico não...

Anônimo disse...

Eu diria que André Santos reparte esse título com Liedson que foi uma máquina de sacrificio e luta constante em prol da equipa! Para além de três remates perigosos, com duas grandes defesas do guarda-redes do Braga e um ao poste, que não foi golo por causa da intervenção de Salomão, ilustrando a sua clara inexperiência. Ainda várias asistências uma delas deu golo. Acho que chega. Custa muito admitir a classe e a entrega deste grande jogador a quem devemos tanto?
Rictemple

Anônimo disse...

esta imagem é de outro blog cabrão vamos lá ver se não se volta a repetir
bj