A voz do adepto leonino - "Bettencourt tem duas caras?"

“Em Maio de 2009, no Congresso do Sporting e depois de abordado por alguns «notáveis» leoninos, José Eduardo Bettencourt afirmou alto e em bom som para quem o quis ouvir, que não contassem com ele para candidato a presidente do clube. Chegou mesmo a invocar razões que se prendiam com a segurança da família ou algo do género, coisa que até hoje ainda ninguém entendeu, até porque também nunca foram explicadas.
Em Junho de 2009, mês das eleições do clube, o actual presidente do SCP é convidado pelo poder financeiro que representa os interesses externos ao clube e, surpresa das surpresas, aceita o convite. Um mês, portanto, bastou para que um «pífio» e pouco sedutor convite vindo da família verde e branca, se transformasse num aliciante e eventualmente bem compensado desafio.
Um mês, foi o espaço de tempo suficiente para que a família de José Eduardo Bettencourt se visse a salvo de um qualquer acto tresloucado, vindo sabe-se lá de onde.
Este episódio, só por si, seria mais que suficiente para que os sócios pensassem duas vezes e não cometessem a borrada que cometeram e é mais que indiciador dos objectivos, propósitos e intenções do então recém-candidato, mas eu ainda vou acrescentar mais um outro: à entrada da sala do hotel onde Bettencourt estava a apresentar oficialmente a sua candidatura a presidente do SCP, estava um quadro informativo onde se podia ler: «EVENTO BES».
Sem mais comentários.
Francisco Amado (Grupo do Facebook-Derrubar a corja, Reerguer o SPORTING)”

Nenhum comentário: